Dia Mundial do Meio Ambiente- No Brasil o que Comemorar?

 

” À medida que o mundo torna-se cada vez mais interdependente e frágil, o futuro reserva, ao mesmo tempo, grande perigo e grande esperança.” Carta da Terra

 

7136_190267021130306_404719059_n5686_10151246247947465_179447194_n421283_10151246241462465_1686055312_n971011_10151246230682465_188838846_n Feliz dia do Meio Ambiente e como a maioria das  datas de comemoração essa também vem de resistência e luta.

E que esse seja o dia para lembrarmos que temos muita resistência e lutas a serem feitas para contribuirmos nos processos de Justiça Ambiental.

A comemorar temos o trabalho da sociedade civil que segue incansável nos trabalhos para mostrar outros indicadores de possíveis politicas na área ambiental, já que as propostas do governo ainda estão no caminho contrario de um mundo que possa ser construído nas bases da Justiça Ambiental.

A família Franciscana segue contribuindo para essa causa que entendermos que é de tod@s nós!

Anúncios
Esta entrada foi publicada em RIO+20 / Cúpula dos Povos. ligação permanente.

Uma resposta a Dia Mundial do Meio Ambiente- No Brasil o que Comemorar?

  1. Alexandre Santana diz:

    Para nós aqui no Porto (não muito) Alegre é um dia de grande tristeza, quando o governo municipal se omite em dar soluções para a cidade que respeitem as árvores, o rio Guaiba e o todo o ecossistema do entorno da orla. Foram mais de 100 árvores removidas do local, este intenso uso por moradores e referência para turistas na cidade, a Usina do Gasômetro. A justificativa é uma falsa necessidade de duplicação que esconde a intenção e instalar um circuito de fórmula Indy na cidade, trazendo mais poluição e barulho para os moradores.
    Em outro bairro da cidade, chamado Vila Tronco, serão dizimadas mais de 1600 árvores, sem falar nos moradores assediados pelas construtoras e pela prefeitura que em outros tantos bairros tiveram que deixar suas casas por causa dos 5 jogos da Copa.
    Não vemos franciscanos lutando pelas árvores por aqui, pena, mas outras demandas sociais talvez estejam prejudicando a atuação dos mesmos, no entanto temos esperança que uma parcela maior da sociedade, incluindo os amigos frades, se sensibilizem com nossa luta pela natureza, pela vida digna das pessoas que usam esses locais, pela cidadania.
    As obras da Copa estão sendo usadas como elemento determinante de construções eivadas de problemas de avaliação ambiental, licenciamento e de falta de respeito pela comunidade. Além disso, a comunidade que se posicionou contra os cortes foi gravemente reprimida pelas forças policiais, com omissão ou conivência do governo do estado.
    Que mundo é esse que ficará para as futuras gerações. Vislumbro um mundo de concreto, de asfalto e sem vida.
    Visitem: http://www.youtube.com/watch?v=YPlw6KrYAp4

    No Facebook procure o “Grupo Quantas Copas por uma Copa?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s